Palavra da Semana

Teoria e Prática

Nossa vida com Deus não pode ser apenas uma teoria.
Precisamos ter experiência com Deus e buscá-lo de todo coração.

Jó disse: “antes eu te conhecia de ouvir falar, mas agora meus olhos te vêem” (Jó 42.5)

Muitos crentes passam a vida ouvindo a teoria do evangelho, mas nunca vivem a prática.

“sede cumpridores da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tg 1.22)

A teoria mata. Precisamos buscar ter experiência com Deus para sermos cheios do Espírito e deixar o Senhor tratar nossa vida, para que o conheçamos de fato.
Paulo diz que “a letra mata, mas o Espírito vivifica”.

Muitos filhos de crentes às vezes se comportam pior que muitos outros, talvez por estarem cheios de teorias mas ainda não viveram na prática suas experiências com Deus.
E experiência com Deus não é apenas sentir o fogo ou receber uma profecia. Experiência é experimentar na prática.
Me lembro quando morei na Inglaterra, e precisava de um emprego, precisava muito, orei e senti que devia pedir em um lugar que achei muito bonito. Pensei comigo “nunca me contratariam ali”, mas fui, e me contrataram sem entrevista!

“Sabemos que os filhos de Israel sempre se desviavam e iam atrás de Astarote e dos Baalins.
E os filhos de Israel fizeram o que era mau aos olhos do Senhor, e se esqueceram do Senhor seu Deus; e serviram aos baalins e a Astarote”(Jz 3.7)

A mesma coisa acontece com muitos filhos de crentes. Acredito que Astarote represente a “mãezona”, ou seja, eles se afastam de Deus, especialmente quando precisam ser corrigidos ou a verdade os confronta, e fogem para Astarote, que acolhe em suas asas, que engana, que traz sentimento de justiça própria e sentimento de vítima. Depois, os baalins, acredito que são prazeres que seduzem, falam nos ouvidos fazendo propostas, e trazendo o pensamento: “como seria se eu estivesse no mundo?” ou “eu só saberei se quero mesmo servir a Deus se antes conhecer as coisas do mundo”.
Mentiras!

Precisamos entender que apenas a teoria não basta para servirmos a Deus. Precisamos de muito mais. Precisamos da prática, e sair da zona de conforto é nos forçarmos a viver na prática para Deus.

-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag