Igreja da Criança

Dedicação de crianças

O QUE É A DEDICAÇÃO DE CRIANÇAS?
É a apresentação e dedicação pública dos filhos a Deus, solicitando sua benção sobre eles e sobre sua
vida futura. A dedicação de crianças foi e é uma prática admitida pela igreja de todos os tempos. É também
uma ação de graças e de fé, uma súplica da benção divina e consagração de sua criança a Deus.
A DEDICAÇÃO DE CRIANÇAS TEM O MESMO VALOR DO BATISMO?
Não, a dedicação e o batismo, são coisas distintas com significado e valores diferentes. Nas Sagradas
Escrituras não se encontram ensinamento nem exemplos que autorizem o batismo de crianças. De acordo com
o Novo Testamento, o candidato ao batismo deve arrepender-se de seus pecados (Atos 2:38 – Pedro então
lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de
vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo), e crer em Jesus Cristo (Atos 8:37 – E disse Felipe: é
lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus). Uma
criança que ainda não tem uso da razão, raciocínio e não compreende estas coisas, não pode ser batizado,
porém os seus pais podem dedicá-las e consagrá-las ao Senhor Deus.
A DEDICAÇÃO DE CRIANÇAS GARANTE A SALVAÇÃO (CONVERSÃO) DA CRIANÇA?
Não. Não significa que ao dedicar a criança a Deus, ela já esteja salva, tenha uma aliança com Cristo,
ou se torne convertida ao cristianismo. A Bíblia diz, se com coração crer e com a boca confessar então será
salvo (Romanos 10:9-10). O batismo nas águas também se faz necessário como confirmação, como uma
aliança eterna com Jesus Cristo (Marcos 16:16). Portanto a dedicação apenas fazemos um voto dos pais a Deus
que irão conduzí-la nos caminhos de Deus e no conhecimento da Salvação, Jesus o único caminho verdade e
vida.
EXISTE BASE BÍBLICA EM RELAÇÃO A DEDICAÇÃO DE CRIANÇAS?
Considerando que os pais querem a benção de Deus para as crianças e que querem consagrá-las a
Deus, além de assumirem o compromisso de conduzi-las nos caminhos e princípios de Jesus, há várias
passagens bíblicas, e com contextos diferentes:
1. Samuel – I Samuel 1:28
“Por esse motivo, agora eu, de minha parte o entrego ao Senhor. Por toda a sua vida será
dedicado ao Senhor! E ali adoraram o Senhor.”
2. Moisés – Hebreus 11:23
“Pela fé, Moisés, apenas nascido, foi ocultado por seus pais, durante três meses, porque viram
que a criança era formosa; também não ficaram amedrontados pelo decreto do rei.”
3. Jesus – Lucas 2:22
“Passados os dias da purificação deles segundo a Lei de Moisés, levaram- no a Jerusalém para
o apresentarem ao Senhor.”
4. Marcos – 10:13-16
“Então lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam.
Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhe: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis,
porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma
criança, de maneira nenhuma entrará nele. Então, tomando-as nos braços e impondo-lhes as mãos, as
abençoava.”
5. Mateus – 19:13-15
“Trouxeram-lhe então algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos e orasse; mas os
discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim,
porque dos tais é o reino dos céus. E, tendo-lhes imposto as mãos, retirou-se dali.”
6. Deuteronômio – 6:4-9
“Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o
teu coração, de toda a tua alma, e de toda a tua força. Estas palavras que hoje te ordeno, estarão no
teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo
caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão e te serão por
frontal entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.”
7. Mateus – 18:14
“Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.”
8. Provérbios – 14:26
“No temor do SENHOR, tem o homem forte amparo, e isso é refúgio para os seus filhos.”
9. Provérbios – 22:6
“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará
dele.”
10. Efésios – 6:4
“E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do
Senhor.”
Existe também a responsabilidade dos filhos em seguirem as instruções dos pais que seguem os
principíos cristãos:
1. Provérbios – 1:8
“Filho meu, ouve o ensino do teu pai e não deixes a instrução de tua mãe.”
2. Provérbios – 6:20
“Filho meu, guarda o mandamento de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe.”
Através dos pais como exemplos, as crianças irão aprender e receber o amor de Deus e
consequentemente vão amar a Deus (I Joao 4:19). Elas devem ser instruídas e encorajadas buscar e
experimentar a Deus a medida que tem o entendimento e compreensão das coisas.
A palavra “criar” tem sua origem no grego e sugere a idéia de nutrir e ajudar a florescer. Os pais
exercem autoridade como agentes de Deus. Não devem orientar suas criancas segundo seus próprios
interesses e conveniências. Os filhos não existem para os pais, mas os pais, para os filhos, para ajudá-los a
desenvolverem-se como pessoas diante de Deus, tornando-os discípulos de Cristo e admoestando-os, ou
seja, corrigindo-os na correção do Senhor, com amor e sem ira.
Vocês, pais, reconhecem sua responsabilidade de nutrir, ensinar e admoestar esta criatura no temor e
obediência da Palavra de Deus desde sua tenra idade?
Deus ordenou a família como uma instituição desde o começo da humanidade. Os filhos são a herança
que o Senhor confiou aos cuidados de seus pais. Daí a obrigação que eles têm, perante Deus e a sociedade,
de velar por seus filhos. Confessamos que sobre a nossa vida e sobre a vida de nossos filhos, Cristo é Rei e
Senhor. Comprometemo-nos, na medida do possível, a instruir estas crianças em sua Lei e em sua santa
vontade.
Traga a Deus os filhos que Ele nos tem confiado, dediquemo-los a Ele e supliquemos para eles a
bênção de Deus.
QUESTÕES QUE SERÃO RESPONDIADOS DURANTE A CERIMÔNIA:
1. Na presença de Deus e destas testemunhas, prometem criar esta pequena criatura no temor do Deus
e guiá-la em todo o conhecimento do caminho do Senhor diariamente?
2. Prometem instruí-la para que conheça a Cristo como seu Salvador pessoal?
3. Prometem que, no que depender de vocês, darão a esta criança um exemplo excelente e piedoso de
vida cristã?
4. Apresentam esta criança em solene e sincera dedicação e consagração a Deus?
5. Prometem criar esta criança na doutrina e ensino da Santa Palavra de Deus, na prática diária da
oração, prometem, ajudá-la a formar o caráter cristão, e a fazer tudo que for possível para criar um
ambiente que sirva de exemplo de devoção a Deus?
OBSERVAÇÕES SOBRE O DIA DA CERIMÔNIA:
 No dia da cerimônia, aconselhamos chegar 15 minutos antes do início do culto;
 Na hora da cerimônia apenas os pais irão a frente da igreja juntamente com a criança;
 Teremos equipe de foto para tirar fotos e assim não precisam se preocupar com este item;
 A cerimônia será breve (em torno de 10-20 minutos) e por ser durante o culto não haverá espera da
família ou criança para esta cerimônia;
 Caso não chegue a tempo, solicitamos que aguarde uma próxima data de dedicação de crianças.
Para mais informações ou dúvidas envie um e-mail para
ministeriocriancas@mtsiao.com.br

Nenhuma tag