Palavra da Semana

Pessoas mimadas

Com certeza você sabe o que é uma pessoa mimada. Ela fica estragada, não se adapta, não é flexível, tudo quer do jeito dela.
Será que não temos sido um monte de gente mimada? Inclusive na vida com Deus?

Sabemos que o que é sadio para uma pessoa é crescer, ser amado, ser corrigido pelos pais, ser ensinado, estudar, na hora certa já começar a trabalhar, aprender o que são as responsabilidades da vida, ter sonhos e lutar por eles. Mas uma pessoa mimada recebe tudo pronto, não aprende a lutar, e chora se alguém a contraria.

Na vida com Deus precisamos ter garra. Jesus disse que o Reino é tomado por esforço. Também disse “pedi, pedi, e dar-se-vos-á”. Se o Pai sabe o que queremos, por que pedir? É claro que o Senhor quer que aprendamos a lutar pelas coisas, mostrar que queremos, e mostrar perseverança e constância.
Jesus também disse à mulher siro-fenícia que não podia tirar o pão dos filhos e dar aos cachorrinhos. Ele de forma alguma “mimou” aquela mulher.

O amor de Deus é imenso, mas ao mesmo tempo ele não nos mima. Muitos acham difícil entender isso. Talvez só quem é pai entende de fato. Não há como amar sem também corrigir e ensinar. Com certeza, precisamos de amor, abraço, afeto, carinho, mas, da mesma forma, precisamos de ensino, conversa, repreensão, e até mesmo apanhar muitas vezes.

Em nossa caminhada com Deus, precisamos amá-lo como filhos e aceitar sua repreensão. Ele exorta e corrige a quem ama, a Palavra diz.
O mundo hoje em dia nos dá uma mentalidade de mimados. A mídia, talvez para vender seus produtos, elogia, bajula, exalta o cliente. Nada de correções, pois “correções afastam clientela”. Todos estão em busca de público. Mas, lembre-se, Deus não. Ele não quer público. Ele quer filhos que O amem e andem em Seus caminhos.

Pense nisso, e que nossa mente possa ser renovada nesta verdade.

-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag