Palavra da Semana

O que substitui a comunhão

Nós podemos crescer e alcançar muitas coisas em nossa vida. Andando com Deus podemos romper barreiras e conquistar muito. Chegar em lugares em que nunca imaginávamos chegar.
Mas o problema é quando todas essas coisas tomam o lugar da comunhão. Isso parece simples, mas muitos de nós caímos nesta cilada.
Vamos citar abaixo alguns exemplos de coisas que podem tomar o lugar da comunhão com Deus e com as pessoas:

1) Conhecimento: muito conhecimento pode tomar o lugar da comunhão verdadeira. Pode gerar orgulho e individualismo, pode gerar grupinhos de pessoas que se entendem naquele conhecimento, ou até fazer as pessoas pensarem que o conhecimento basta e não precisam umas das outras. Todos precisamos ser humildes e reconhecer que temos muito a aprender uns com os outros, e mesmo que não tivermos nada a aprender, precisamos UNS DOS OUTROS.

2) Fórmulas de felicidade: muitos encontram frases de efeito e ideologias que julgam ser a chave da felicidade. Podem até ficar felizes com essas coisas por um tempo, mas logo percebem que estão isolados e começam a se sentir sozinhos. A verdade, querendo ou não, é que a felicidade humana está na comunhão. Comunhão com Deus e com certeza comunhão com as pessoas. Estar perto de pessoas, conviver.

3) Simbolismos: Muitos começam a simbolizar tudo, mistificar, e até usar objetos que simbolizam algo, como se no objeto houvesse algum poder. Começar até a achar que o óleo ungido tem poder em si, e coisas do tipo. O shofar, por exemplo, tem sido um instrumento de grandes revelações neste tempo para a Igreja, mas muitos mistificam e começam a ver poder em objetos. Não podemos esquecer que a comunhão é que traz vida à Igreja, e não os símbolos. A Igreja primitiva tinha vida pois não cessava de ter comunhão no Templo e nas casas, e deixou de ter vida pois os cultos se tornaram rituais religiosos e pararam de se reunir nas casas e comer juntos.

Portanto, não abandone por nada esta preciosidade que é ter comunhão com Deus e com os irmãos. Não deixe que conhecimentos extraordinários tomem o lugar disso. Hoje em dia Deus tem liberado muito conhecimento profundo para a Igreja, mas isso não pode tomar o lugar da comunhão.
A Igreja é pura e simples, ela depende da comunhão.

Abraços,
-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag