Palavra da Semana

Racionalismo e experiência com Deus

A Palavra fala que a teoria tem o poder de matar:
“Porque a letra mata e o espírito vivifica” (2 Co 3.6b)

Também fala que a loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria dos homens:
“Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens” (1 Co 1.25)

Muitos vivemos um cristianismo racional. Entendem muitas coisas com a mente humana e filosofam demais a palavra.
Vivemos uma cultura com muita influência da Grécia, não apenas na adoração ao corpo, mas também na capacidade de filosofar.

A mente humana não compreende as coisas de Deus. A experiência com Deus é uma revelação em nosso interior.

A compreensão com a mente não muda uma vida. Mas a ação do Espírito Santo em nosso espírito é capaz de mudar, pois rios de águas viva fluem (João 7.38).

As coisas de Deus não podem ser racionalismo para nós, mas precisam ser experiência.
Claro que precisamos usar nossa razão e capacidade de pensar, mas a cruz é loucura para este mundo. Mas para nós é vida eterna.

O fato é que a experiência com Deus não vai contra nossa mente racional, mas ela LIGA nossa mente com a mente de Deus. Entenda, viver a loucura da cruz não é contrariar a mente racional que Deus nos deu, mas é trazer essa mente que Deus nos deu para suas origens: a mente de Cristo.

Quando o evangelho de alguém começa a se tornar místico demais e ilógico, alguma coisa está errada. A renovação da mente, na verdade, nas experiências com Deus, muda nossa mente nos dando entendimento das coisas de Deus.
O amor de Deus, o perdão, a salvação, a graça, são coisas que começam a ser reveladas a nós, que fazem parte da mente de Deus.

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo“. (1 Coríntios 2:14-16)

Portanto, não podemos ser apenas racionais, e nem espirituais místicos. Precisamos ter a mente de Cristo.

“Antes eu te conhecia de ouvir falar, mas agora meus olhos te vêem! (Jó 42.5)

Deus abençõe!

-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag