Palavra da Semana

Jesus no centro

“Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém”.
Romanos 11:36

Precisamos viver colocando Jesus como centro de todas as coisas.
Quando nos convertemos, deixamos de ser donos de nossas próprias vidas. Jesus é o centro, o mais importante. É claro que Ele se importa conosco, nos ama, e quer o nosso bem, mas ainda assim precisamos buscar o bem DELE, ou melhor, agradá-lo acima de todas as coisas.

Mesmo sendo cristãos, corremos o risco de continuar colocando diversas outras coisas no centro, no lugar que pertence somente ao Senhor.
Vamos ver abaixo alguns pontos que, sem perceber, acabamos colocando no centro de nossa vida:

-NOSSA CURA INTERIOR: muitas vezes buscamos ao Senhor e sabemos que Ele quer nos curar, mas focamos tanto isso que deixamos de adorá-lo e servi-lo. É claro que o Senhor tem cura e restauração para nós, mas somos seus servos antes de tudo. Muitas vezes o exagero em pensar na cura alimenta nosso EGO, pensamos muito em nós mesmos

-DEMÔNIOS: sem dúvidas o inimigo existe, e a batalha espiritual também. Precisamos entender sobre a forma do inimigo agir. O próprio Senhor Jesus ensinou muito sobre isso. Porém, muitas vezes, o entendimento sobre o mundo espiritual nos ensoberbece, tirando Jesus do centro de nossas vidas. Apesar de todo conhecimento, apenas a presença do Senhor Jesus (e veja bem, a presença, e não a teoria sobre Ele), é que pode afastar todo mal.

-DINHEIRO: com certeza o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Tm 6.10). O Senhor quer nos abençoar, mas muitas vezes amamos mais o dinheiro (poder) do que a Ele. Disfarçamos esse amor ao dinheiro com o pensamento: “o Senhor quer que sejamos prósperos”. Muitas vezes não sabemos separar as coisas, ou melhor, submeter nossa prosperidade a Ele.

-RECONHECIMENTO: muitas vezes não conseguimos servir a Deus nos anonimato, pensando que Ele é quem nos vê e nos recompensa. Queremos ser reconhecidos, vistos, e isto pode se tornar o centro, em vez de Jesu. Isso é um perigo.

Estas, entre muitas outras coisas, podem tomar o lugar de Jesus em nosso coração.
Precisamos tomar cuidado, e viver fazendo Dele o CENTRO todos os dias.

Deus abençõe,
-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag