Palavra da Semana

Visão de guerra

Em 2 Reis 6, o profeta Eliseu ora por seu discípulo Geazi para que Deus abrisse seus olhos. Ele estava com medo do exército do inimigo, mas quando seus olhos são abertos, e ele vê a quantidade de anjos ao redor deles, posicionados como um exército, ele entende.

Quantos de nós precisamos entender isso! Muitas vezes ficamos com medo ou indecisos, pois não sabemos a força dAquele que está conosco, e Seus planos. Nossa visão espiritual precisa ser aberta, para que enxerguemos a REALIDADE.

Portanto, vamos enumerar alguns pontos importantes nesse processo de abrirmos nossos olhos:

PASSAMOS A ENXERGAR QUEM SOMOS – quando nossos olhos são abertos, nos deparamos com a realidade. Começando por nós mesmos. Pecados, debilidades, conceitos errados e manias que precisam ser colocados na cruz. Muitos não querem ter sua visão aberta pois não querem enxergar a realidade sobre si mesmos. Mas não podemos fugir disso. Precisamos sondar nossa vida, a ponto de não termos medo de trazer luz sobre nós mesmos!

ENXERGAMOS O EXÉRCITO DO SENHOR – o Senhor é Senhor dos Exércitos, Ele deseja que entendamos isso. Muitas são as circunstâncias e problemas, mas precisamos abrir nossos olhos em oração para vermos a provisão do Senhor, a proteção, a ministração dEle e o livramento. Enquanto os discípulos se desesperavam no barco em meio á tempestade, Jesus dormia, pois sabia nas mãos de quem estava. Quando acordou, deu ordem aos ventos e eles pararam. Maior é o que está em nós!

NOS ALINHAMOS COM O PROPÓSITO DE DEUS – não basta enxergarmos, precisamos nos alinhar. Muitas vezes não é hora de o Senhor agir, e precisamos saber esperar. Outras vezes é hora, e precisamos nos posicionar. Não basta vermos os anjos, precisamos saber a vontade de Deus e COMO, QUANDO E POR QUE nos movermos. Muitas vezes o Senhor se moverá quando nos humilharmos e pedirmos perdão, mesmo que for pelos pecados de outros, e não quando profetizarmos.

Que possamos entender, enxergar a realidade da batalha e nos posicionarmos obedientes ao Senhor.

Deus abençõe,
-Jonathas L Miguel

Nenhuma tag