Estudo de Célula

Estudo 4 Campanha NADA ALÉM DO SANGUE

Orientação para os lideres:
– Fazer uns 10 minutos de oração e louvor, antes da palavra;
– Se tiver algum visitante, dar boas-vindas;
-Procurar ministrar a palavra de 30 minutos;
-Deixar um período de uns 10 minutos no final da palavra para perguntas ou comentários;
– Fazer um lanche no final ou um período de comunhão….

Quinta semana de campanha – O Poder do Sangue de Jesus

CAMPANHA: Nada além do sangue
5ª PALAVRA: O Poder do Sangue de Jesus
PERÍODO: quinta semana de janeiro
MUSICA SUGERIDA: Creio em Tí – Gabriela Rocha

Referência Bíblica: Romanos 5:1,9

Introdução

Muitos filhos de Deus estão lutando para desfrutarem das bênçãos de Deus. Sabem que estão salvos; confiam em Deus e na Bíblia, mas algo os impede de experimentar uma vida plena e vitoriosa. Qual o problema dessas pessoas?

1 – Trata-se do passado dessas pessoas

Elas estão fracas e deprimidas, pois estão presas ao passado. Duas perguntas:

A – O que você diria a alguém que lhe pedisse para identificar seus três piores pecados?

B – O que Deus diria se você lhe pedisse para relacionar os seus piores pecados?

A questão é a seguinte: Mesmo que você possa se lembrar dos seus erros do passado, Deus não se lembra. Com a conversão você começou uma nova vida. Pelo sangue de Jesus Deus nos declara inocentes.

Em Romanos 5:9 está escrito: “Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos salvos por Ele”. Isso quer dizer: Sem culpa alguma.

Alguns argumentam: “Ah! Se soubessem o que já fiz…”. Acontece que ninguém é pior do que ninguém, comparados à santidade de Deus. Para Deus pecado é errar o alvo; e não cumprir o propósito. Fomos comprados pelo sangue de Jesus.
Somos propriedade exclusiva de Deus, para cumprirmos uma missão.

Para Deus, um pecado ou 1 milhão de pecados, tem a mesma consequência: “Todos pecaram…” (Rm 3:23). Hitler, Mussolini, Mao Tse Tung… todos igualmente precisam do perdão de Deus.

Se víssemos nossos pecados do passado como Deus os via, ficaríamos loucos. Pense, para exemplificar, na coisa mais abominável e imunda do mundo. Assim éramos nós antes do perdão de Deus, pelo sangue de Jesus.

Pelo sangue nossos pecados foram apagados e perdoados – não apenas cobertos. Nossos pecados se foram. Podemos ver o exemplo do bode expiatório em Levítico 16:15-22,27. Nossos pecados não podem mais ser trazidos à memória de Deus. Jesus os levou para fora do arraial (Hb 13:9-15).

Quando citamos ou lembramos dos pecados de outrora, insultamos e difamamos o sangue. Se pagarmos a dívida de alguém no banco, essa pessoa está livre. Ela não deve mais nada. Seu nome é apagado dos computadores.

– Fomos justificados – Esta é uma expressão técnica. Isso tem a ver com a justiça. A Bíblia afirma: O Juiz de todo o universo declarou “inocente” todo aquele que foi purificado pelo sangue. Não há mais acusações contra uma pessoa lavada pelo sangue.

– Somos justificados pelo próprio Deus – Precisamos receber pela fé esse veredicto divino. Estamos unidos a Jesus e Deus nos vê n’Ele. Deus nos vê atrás do sangue.

CONCLUSÃO:

Como no jardim Deus nos deu uma nova roupagem. O profeta Isaías escreveu o que o Espírito Santo lhe revelou (Is 43:25-26). Hoje precisamos confiar na provisão divina, na promessa de Deus conosco através de uma aliança de sangue.

Então, não importam as emoções. As acusações do maligno pela nossa vida pregressa, pecaminosa. Pelo sangue fomos perdoados. Agora podemos viver uma vida abundante.

Observação: chegamos ao final da campanha e precisamos cortar a fita vermelha, pois no mundo espiritual tanto os anjos como demônios conseguem discernir quem está coberto com o sangue de Jesus em sua vida e faça uma oração clamando o sangue de Jesus em todas as áreas de nossas vidas

Nenhuma tag