Iluminando Vidas

Ciclone na cidade de Beira

Fonte: g1.com.br

O brasileiro Jeferson Antônio Miguel está impressionado com o estrago provocado pela passagem do ciclone Idai, que destruiu praticamente toda a cidade portuária de Beira, em Moçambique, no dia 14. Mais de 200 mortes foram confirmadas no país, mas o presidente Filipe Nyusi teme que o número de vítimas passe de mil.

“Foi terrível. O que me impressionou foi que eu passei lá três dias depois do ciclone e não tinha um bombeiro na rua, um policial. Não tinha exército. Não tinha ninguém orientando as pessoas. O povo de Beira está jogado à própria sorte”, conta Miguel, que conseguiu voltar para São Paulo na noite de terça-feira (19).
Imóvel onde funcionava o projeto ‘Iluminando Vidas’, em Beira, Moçambique, ficou destruído pelo ciclone Idai.

Miguel, que é pastor Metodista e vereador de Brodowski (SP), conta que as próprias pessoas estão se organizando para tirar as árvores das ruas e limpar as casas.

Ele costuma visitar o país periodicamente, pois participa do projeto “Iluminando Vidas”, que cuida de 60 crianças carentes na cidade de 350 mil habitantes, no leste do país africano. Ele e quatro amigos tinham chegado lá havia uma semana quando souberam que um ciclone atingiria a região.

AJUDE A RECONSTRUIR O PROJETO ILUMINANDO VIDAS EM BEIRA
Caixa Economica Federal
Agencia 2105
CC 03001217-4

Nenhuma tag