Palavra da Semana, Sem categoria

Por que coisas ruins acontecem?

Salmo 91
O Salmo 91 fala que se habitamos no Esconderijo do Altíssimo, nenhum mal nos sucederá, e praga nenhuma chegará na nossa tenda.
Mas, por que muitas vezes isso acontece? Por que coisas ruins nos atingem e nos fazem sofrer na vida?
É difícil julgar e dar respostas para tudo na vida, mas separei abaixo 4 razões básicas pelas quais podemos sofrer coisas ruins na vida, apenas para termos uma ideia, e tentarmos agir da forma certa.

1) CONSEQUÊNCIAS DE PECADOS – muitas coisas ruins que sofremos são consequências de nossos erros. A Palavra diz que se obedecermos aos mandamentos virão sobre nós muitas bênçãos, mas se não obedecermos virão muitas maldições. Portanto os pecados são erros que têm consequências em nossas vidas, e precisamos entender isso. Saber consertar, saber viver as consequências quando e até quando necessário, e saber se quebrantar diante de Deus por causa disso, entendendo nossos erros e nos humilhando.
Sobre este ponto, lembre-se de trazer para sua vida, avaliando a si mesmo, em vez de julgar os outros. Quando alguém estiver passando algo ruim, não fica pensando “será que ele pecou?”. Isso cabe a Deus, e o julgamento é algo muito sério. Julgue a si mesmo, em vez de julgar os outros.

2) POR QUE DEIXAMOS – muitas coisas ruins acontecem simplesmente por que deixamos. Por exemplo, se você é vendedor, e alguém que você não conhece pede pra adquirir uma mercadoria e pagar no outro mês. Você pode deixar, mas também pode levar calote. Se levar calote, não vai ser por que você pecou, mas por que você deixou. Por isso, em algumas situações, precisamos nos posicionar e não deixar as situações irem para o lado errado.
Nunca deixe ninguém dizer que você é incapaz, que não pode, que não consegue. Muito menos o inimigo. Existem situações que você simplesmente não pode deixar acontecerem, você precisa se posicionar.

3) POR QUE DEUS QUER NOS FORJAR – muitas situações ruins acontecem por que Deus quer nos forjar, tratar, moldar. O tratamento de Deus só é possível, na maioria das vezes, através de dor. É a velha história do vaso sendo quebrado pelo oleiro, da ostra sofrendo para fazer a pérola, da uvas endo esmagada pra sair o suco. E o tratamento de Deus é necessário para que sejamos capazes de suportar e sustentar todo bem que Ele tem para nós lá na frente. Nosso caráter precisa ser moldado e preparado, para que estejamos forjados para toda boa obra. O Senhor tratou Jacó, e tantos outros, e Ele também com certeza vai nos tratar nas áreas necessárias. É o prumo de Deus, citado por Amós.
Jó passou por situações muito difíceis, e não era por que ele pecou e nem por que deixou.
Nunca fuja do tratamento de Deus. Pelo contrário, adiante-o! As áreas que você sabe que precisam ser mudadas e forjadas, comece a se forjar, se colocar limites, buscar ajuda, confessar. A Bíblia diz que “quem se julga não será julgado”.
O mais importante é que o tratamento de Deus não é apenas para nos quebrar e nos deixar despedaçados. Depois que ele passa, vale a pena. Jó recebeu tudo 7 vezes mais. O tratamento de Deus tem um propósito, e nada vem além do que podemos suportar.

4) PARA NOS LEMBRAR QUE ESTE MUNDO NÃO É NOSSA CASA – muitas coisas apenas acontecem por que, afinal, nada neste mundo é perfeito. Nossa pátria não é aqui, mas na Glória, onde passaremos a eternidade com Deus, e não haverá mais dor, nem tristeza, nem doença, nem morte. Este mundo aqui é apenas uma pequena parcela, e nada é perfeito aqui. Precisamos colocar nossa esperança na glória, e nos lembrar que a eternidade é que realmente importa.

Deus abençõe
-Jonathas L Miguel

Nenhuma tag