Estudo de Célula

Check UP

Chave: I Tessalonicenses 5:16-22

Desde a semana passada, estamos fazendo um check-up da nossa vida em relação a sete áreas que o apóstolo Paulo apresenta como imperativas para um cristão. Já nos avaliamos em relação à alegria, à oração e à gratidão. Hoje vamos ver as outras quatro áreas fundamentais no nosso crescimento espiritual…
1. UNÇÃO – “Não apagueis o Espírito!” – Todos somos chamados para viver cheios do Espírito Santo, praticando os dons espirituais e manifestando os sinais do Reino, que são sobrenaturais. Para isso, precisamos buscar e manter a unção. É como um fogo que precisa ser alimentado por uma vida de santidade (o pecado inibe o Espírito – ler Efésios 4:30) e de fervor (ler Romanos 12:11).
• O normal é que os sinais sobrenaturais sigam o crente – Ler Marcos 16:17-18.
• Os dons sobrenaturais se manifestam naqueles que os buscam – Ler I Coríntios 12:31.
2. ZELO PELA PALAVRA – “Não desprezeis profecias!”
– Deus fala com seus filhos e nós somos julgados pela importância que damos que Ele fala. Quando Paulo exorta os cristãos de Tessalônica a não desprezarem profecias, está se referindo a uma das formas do Senhor falar, que é usando outras pessoas para nos transmitir mensagens, mas o mesmo princípio vale também para a palavra que recebemos através da pregação e, principalmente, do estudo bíblico. O crente fiel é aquele que leva a sério o que Deus diz, tem temor diante da Palavra.
• Ouvir e praticar a Palavra é um sinal de sabedoria espiritual – Ler Mateus 7:24-27.
• A atenção que damos e o apego que temos à Palavra de Deus revela nossa espiritualidade – Ler Salmos 119:163; Apocalipse 2:29.
• De nada adianta conhecer a Palavra e não a levar a sério – Ler Tiago 1:22-25.
3. DISCERNIMENTO – “Julgai todas as coisas. Retende o que é bom!”
– O crente maduro é seletivo em tudo o que faz. Ele não engole qualquer coisa que lhe oferecem, mas julga conforme os princípios da Palavra de Deus, retendo apenas o que é saudável. Em todas as áreas da sua vida, essa avaliação é necessária: o que lemos, o que ouvimos, as amizades que fazemos, as ideias que adotamos, os ambientes que frequentamos…
Tudo tem que passar antes pelo crivo dos valores do Reino de Deus.
• A estratégia de Satanás sempre foi relativizar a Palavra de Deus para que o homem engula suas mentiras – Ler Gênesis 3:1-6; II Coríntios 11:3.
• O engano sempre vem disfarçado com muita sutileza – Ler Colossenses 2:8.
• Quanto mais apegados à Palavra de Deus, mais firmes estaremos – Ler Salmos 119:29- 33.
Praça das Nações, S/N – Centro – Brodowski/SP – 14340-000 – (16) 3664.4410
4. TESTEMUNHO – “Abstende-vos de toda forma (aparência) de mal!”
– A maneira como as pessoas nos veem é um sinal de nossa fidelidade ao Senhor.
O verdadeiro cristão precisa ter bom testemunho diante dos homens. É por isso que Paulo nos instrui a abrir mão de “toda forma de mal” (numa das traduções diz “toda aparência de mal”).
Isso significa que a imagem que passamos aos outros, honra ou envergonha o Evangelho…
Vamos dar alguns exemplos práticos: as roupas que usamos, a fotos e ideias que postamos nas redes sociais, o tipo de linguajar que praticamos, as piadas que contamos, os hábitos que cultivamos, nosso comportamento no trabalho ou na escola revelam que nós somos de Cristo ou que somos muito parecidos com quem não serve ao Senhor?
Nosso testemunho é evidente, apagado ou vergonhoso?
• O crente que não tem bom testemunho será pisado pelos outros – Ler Mateus 5:13. • Precisa haver um contraste entre a vida que vivemos e a vida daqueles que não servem a Deus – Ler Filipenses 2:15.
• Aquele que se diz cristãos, mas vive como se fosse do mundo deve ser evitado em nossos relacionamentos – Ler I Coríntios 5:9-11.
CONCLUSÃO – Termine a reunião com um bom período de oração, levando as pessoas a se avaliarem em relação às quatro áreas da vida que fizeram parte do estudo de hoje!

Nenhuma tag