Estudo de Célula

Pecados nos relacionamentos

Texto Chave: Mateus 6:14-15 – “pois se perdoarem as ofensas uns aos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas”.

Em nossos relacionamentos é onde mais perdemos a plenitude de Deus; pois é muito difícil nos relacionar, seja com nossa família, com os irmãos da igreja, ou com pessoas do cotidiano, mesmo porque pensamos diferente uns dos outros; nunca queremos admitir nossos erros, porque achamos que o outro é que esta errado. E, com isso, acabamos nos afastando das pessoas que gostamos, dos amigos e de deus, que é o pior de tudo. Esquecemos que, quando guardamos ressentimentos, não conseguimos caminhar para frente em nenhuma área e nossas orações não fluem. Precisamos aprender a perdoar. Leia Mateus 5:23-24.
Muitos querem o avivamento na igreja, mas o verdadeiro avivamento tem que acontecer dentro de cada um de nós. Ocorrem tremendos milagres nas famílias quando alguém se humilha e pede perdão. Avivamentos poderosos ocorrem em igrejas quando irmãos aceitam as diferenças. Leia Mateus 18:21-22.
Muitas pessoas guardam, a sete chaves, amargura contra amigos e familiares. Há relacionamentos em que, os cônjuges não se perdoam, e ficam se justificando e colocando culpa um no outro. Certos relacionamentos estão marcados por fornicação e adultério. Há cônjuges que gastam mais tempo com amigos, e se esquecem da família. Leia Efésios 5:33.
Com tantos desacertos nos relacionamentos, fica muito difícil estarmos em plenitude com Deus, e, com isso, acabamos nos esfriando com a família, com a igreja e principalmente com Deus, e isso é o pior. Deus se preocupa com todos que se afastam d’Ele, pois nós somos a menina dos Seus olhos. Leia Mateus 18:12-14.
Reflexão: Como andam os nossos relacionamentos?
Oração: Maridos, orem pelas esposas; esposas orem pelos maridos, pais pelos filhos e filhos pelos pais. A família é a célula principal.

Nenhuma tag