Estudo de Célula

O deserto

Quebra Gelo: Peça ao grupo para escrever sete motivos que levam as pessoas para o deserto. Depois pergunte, já passamos por algum desses desertos? Como conseguimos vencer? Todo momento de deserto tem um propósito da parte de Deus. Um dos principais objetivos é capacitar a cada um de nós a romper com nossos limites para podermos viver o sobrenatural.
TEXTO: Isaias 35:1-10
0 deserto pode ser comparado a um lugar vazio, sem esperança. Mas foi este cenário escolhido por Deus para ensinar o seu povo. Foi no deserto que grandes homens de Deus obtiveram vitórias. Deus não tirou o deserto, Ele transformou o deserto. O deserto também é lugar de sermos provados e aprovados, lugar de tomada de decisão. Se Jesus passou pelo deserto, sobreviveu ao deserto, com certeza nós também iremos passar e sobreviver. Então o que podemos aprender no deserto?
1 – Nossa identidade será revelada: O deserto é o lugar para descobrirmos quem realmente somos, e o que desejamos ser. Quem temos sido no momento de deserto?
2 – É um lugar para o aperfeiçoamento: O deserto é lugar de mudança, de mudara história, para podermos experimentar o melhor. Qual a importância de nos aperfeiçoamos?
3 – Reconhecer que deserto é lugar de reconstrução: É a oportunidade de rever a situação e avançar para o recomeço. Como podemos fazer para nos reconstruir quando estamos em um momento difícil?
4 – Lugar de crescimento espiritual: Deus quer nos levar para uma nova temporada de colheita, é tempo de crescimento. Como podemos crescer espiritualmente?
5 – Descobrimos que alguém está nos observando: Assim como Deus observava Adão e Eva, Ele ainda faz o mesmo conosco. Ele está nos observando. O que Deus tem visto de nós? Uma pessoa que desiste ou que avança e vence?
6 – Resistimos à desobediência: Precisamos obedecer sem murmurar. Como podemos resistirá desobediência?
7 – No deserto decidimos viver as promessas: Decidimos viver as promessas quando decidimos abandonar a nossa vontade. O que tem prevalecido em nossas vidas, as promessas de Deus ou a nossa vontade?
Conclusão: O deserto que hoje nos intimida, será o mesmo deserto amanhã, onde nós estaremos separando nossas melhores sementes, onde estaremos produzindo e reproduzindo o melhor de Deus, onde teremos um
encontro face a face com Deus. Mas não devemos esperar o deserto chegar para ter um encontro com Deus. Ele nos chama hoje, agora, para viver grandes milagres de restauração e restituição na nossa vida.
Pr. Hiloki Maruyama

Nenhuma tag