Palavra da Semana

Crescimento

O crescimento é algo natural. Deus quer que nós cresçamos, em todas as áreas.
Ele colocou a semente de vida em toda a criação. Uma simples semente tem dentro de si o poder de germinar e se tornar uma árvore.

Kathryn Kuhlman disse que o mesmo poder que faz um ferimento na pele cicatrizar, é o que faz um paralítico andar. É o poder da vida, instensificado pela unção.

A Palavra diz:
“Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento”.
1 Coríntios 3:

Nós podemos plantar, regar, cuidar, e até colher, desde talentos até seres humanos sendo ganhos para Jesus. Porém, o único que pode DAR O CRESCIMENTO é o Senhor.

Em primeiro lugar, você tem dentro de si um POTENCIAL. Seus talentos e habilidades são potenciais que precisam ser germinados. Porém, sempre lembrando que a casca precisa ser quebrada, para que a vida da semente saia.

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto”.
João 12:24

Ou seja, nosso EU, nosso conforto, nosso status, precisa ser quebrado, e é necessário um esforço para que nosso POTENCIAL se torne FRUTÍFERO. E lembrando que só assim nos sentiremos seres humanos plenos.

É interessante lembrar que, junto com a planta saudável, crescem espinhos, mato, ervas daninhas, joio.
Cabe a nós perceber em nossa vida os crescimento que são MATO, e tirá-los. O mato cresce muito mais fácil, e pode sufocar as plantas de valor. Isso acontece da mesma forma em nossa vida. Projetos, relacionamentos, trabalhos, muitas coisas podem ser mato. Não se admire se algo crescer rápido demais. Desconfie. Precisamos ter a capacidade de perceber quando há mato crescendo.

Outro ponto importante é lembrarmos o quanto a PODA é essencial.

“Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e poda toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto”.
João 15:2

Muitas vezes somos tratados e o Senhor nos poda, nos coloca limites, nos dá uma “brecada” quando pensamos que estamos fluindo “de vento em popa”. Isso é a poda, para que possamos dar mais fruto ainda.

Outro fator é o ADUBO. Adubar nosso crescimento é colocar influências positivas. Se você é um músico, com certeza precisa de referenciais de músicos que já estão muito além de você. Se você é pastor, o mesmo. Se você é um escritor, mesma coisa. A verdade é que não chegaremos muito longe sem referenciais e inspirações. Injete bastante inspiração em você, vinda de referencias bons e corretos.

Enfim, Deus quer dar crescimento. Mas tire os matos, aceite as podas, adube seu terreno, cure as feridas. Quanto ao crescimento, ele será natural.

Deus abençõe.
-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag