Palavra da Semana

O caminho do amor

“E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes”.
Marcos 12:29-31

Neste texto Jesus deixa bem claro que o amor é a essência do evangelho, e quais as prioridades do amor.
Sabemos que o amor é uma dedicação de vida. Se você ama algo, aquilo prevalece em seu coração e você dedica sua vida a aquilo.

Jesus, neste texto, disse que em primeiro lugar devemos amar a Deus sobre todas as coisas. Este é o primeiro mandamento. Nosso amor e devoção a Deus precisam estar antes de qualquer coisa em nossas vidas. Somos chamados pra estar com Ele, e nos entregar totalmente. O Senhor precisa ser o primeiro e a Voz que fala mais alto em nosso interior.

Depois disso Jesus diz para amarmos ao próximo como a nós mesmos. Neste ponto resumimos que o segundo mandamento é amar o próximo. Mas há um segundo caminho do amor intrínseco aí, um ponto que vem depois de amarmos a Deus e ANTES de amarmos o próximo – que é amarmos a nós mesmos.

Só seremos capazes de amar o próximo quando amarmos a nós mesmos, não é? Isso fala de identidade, de sabermos nos aceitar, nos resolver, estarmos bem conosco, ter auto-estima.
Vemos que Jesus não coloca o AMAR A SI MESMO como um mandamento sozinho, mas ele vem automaticamente junto com o AMAR O PRÓXIMO. Isso por que se apenas nos isolarmos em amarmos a nós mesmos, seremos individualistas, egoístas, voltados pra nós mesmos.
Todo amor a si mesmo que é um fim em si, é perigoso. Se torna doentio e narcisista. O amor a si mesmo se torna saudável quando é acompanhado do amar o próximo. Aí sim o caminho do amor se torna completo.

Muitos negam a necessidade de amar a si mesmo, e dizem que isso é humanismo, ou seja, colocar o EU no centro. Mas isso não é verdade. Humanismo é quando colocamos o EU antes de amar a Deus. Se amarmos a nós mesmos antes de amarmos o Senhor, aí sim seremos humanistas, EGÓLATRAS. Mas, se fizemos o caminho certo do amor, seremos saudáveis.
AMAR A DEUS, DEPOIS A SI MESMO E ENTÃO AO PRÓXIMO. Este é um caminho que manifesta o amor de Deus na Terra.

Que o Senhor seja prioridade em sua vida, e você seja capaz de renunciar até a si mesmo por ele estar no primeiro lugar.
Depois disso, que você seja resolvido em sua identidade, e, então, totalmente capaz de amar e se doar pelo próximo.

Deus abençõe,
-Jonathas L. Miguel

Nenhuma tag