Estudo de Célula

Refazendo as forças

Texto-Chave: I Reis 19:1-9
É sempre um grande desafio ter que recomeçar na vida. Muitas vezes as coisas não acontecem como esperamos e temos que refazer as forças e dar continuidade a um processo que esperávamos estar no fim… Elias, o profeta, viveu esse drama. Depois de ter investido muita energia para vencer os profetas de Baal e trazer Israel de volta para o Senhor, quando ele pensou que tudo estava resolvido, recebeu uma ameaça da rainha Jezabel e percebeu que ainda tinha muita luta pela frente. Sua reação foi desanimar. Recolheu-se numa caverna e pediu para si a morte. Entretanto, Deus veio ao seu encontro e o reanimou… Vamos aprender sobre renovar as forças, meditando nessa história!
1. DEUS NUNCA ABANDONA NO DESÂNIMO OS SEUS ESCOHIDOS – I Reis 19:9 – Elias estava errado em suas últimas atitudes. Ela já manifestava sinais de rebelião, amaldiçoando a própria vida. O Senhor poderia simplesmente abandoná-lo em suas más decisões, mas Ele nunca faz isso com seus filhos. Sendo Deus cheio de graça, Ele sempre sai em busca do desalentado e procura estabelecer canais para lhe falar ao coração e restabelecer seu ânimo – Leia e peça para os integrantes da célula comentarem os seguintes textos: Isaías 41:10-14 e 49:15; Hebreus 13:5-6.
2. PARA RECOBRAR ÂNIMO, TEMOS QUE NOS COLOCAR DIANTE DO SENHOR – I Reis 19:11-13 – Deus veio à caverna onde Elias estava desistido, mas não entrou na caverna. Ao invés disso, mandou que o profeta saísse e se colocasse diante d’Ele, à entrada da caverna.Em tempos de desânimo, não adianta ficarmos passivos, esperando que o Senhor alguma coisa. É preciso buscá-lo. Ele é a nossa fonte inesgotável de vigor. Fazer o esforço para nos colocarmos diante da sua face será, muitas vezes, a nossa única possibilidade de retomar aquilo que deixamos – Leia e peça para os integrantes da célula repercutirem os seguintes textos: Salmos 27:7-8, Isaías 55:6.
3. DEVEMOS NOS INSPIRAR EM MUITOS OUTROS QUE, PASSANDO POR LUTAS SEMELHANTES ÀS NOSSAS, NÃO DESISTEM – I Reis 19:14 e 18 – Muitas vezes somos tentados a nos entregar ao vitimismo, achando que somos os únicos “injustiçados” do mundo. Esta visão de autocomiseração (pena de nós mesmos) rouba toda a nossa força. Elias estava se sentindo assim, achando ser o único a lutar por um avivamento em Israel, mas o Senhor abriu os seus olhos para perceber que outras sete mil pessoas não haviam se curvado a Baal, ou seja, mesmo enfrentando pressões semelhantes às dele, não tinham desistido. – Leia e peça para os integrantes da célula dizerem o que entendem dos seguintes textos: I Pedro 5:8-10; Filipenses 1:12-14.
4. FOCAR NOS NOSSOS IDEAIS É MELHOR DO QUE FOCAR NOS NOSSOS PROBLEMAS – I Reis 19:15-16 – O homem fracassado não é aquele que tenta e não consegue,
Praça das Nações, S/N – Centro – Brodowski/SP – 14340-000 – (16) 3664.4410
mas aquele que desiste de tentar. A vida sempre apresenta possibilidades para quem insiste! O grande argumento que Deus usou para tirar Elias da sua prostração foi mostra-lhe que, apesar das pressões de Jezabel, adiante dele havia promessas e conquistas importantes a fazer. Ele ainda ungiria um rei e prepararia um discípulo para dar sequência ao seu legado. Quando aquele servo do Senhor tirou o olhar da frustração e o colocou de volta no propósito, seu ânimo foi reabastecido e ele retomou a carreira – Leia e peça para a célula comentar: Filipenses 3:13-14; Hebreus 10:38-39.
CONCLUSÃO – Num momento final de oração, pergunte se alguém presente está se sentindo desanimado por ter que recomeçar algo ou insistir numa conquista que parece muito demorada. Havendo alguém assim, leve toda a célula a orar por aquela pessoa e liberar palavras de estímulo ao seu coração.

Pr. Danilo Figueira

Nenhuma tag