Estudo de Célula

A mulher sunamita

DEVOCIONAL PARA O LÍDER
Muitas coisas parecem impossíveis para nós, mas o impossível acontece! Nada é impossível para Deus.
Ele é todo-poderoso, não há limite para o que Ele pode fazer. Você crê?

QUEBRA-GELO. Você gosta de receber um agrado? E Deus; será que Ele também gosta? (Incentive-os
a falar)

TEXTOS: 2 Reis 4: 8-37 Jesus olhou para eles e respondeu: Para o homem é impossível, mas para Deus
todas as coisas são possíveis”. Mateus 19:26

PONHA EM DISCUSSÃO:
Houve uma mulher, na cidade de Suném, que era muito atenta e observou que um homem de Deus,
chamado Eliseu, sempre passava pela sua cidade. Então, ela resolveu fazer amizade com ele. Ela o
convidou para lanchar na sua casa e depois pediu para o seu marido fazer um quarto, no terraço da sua
casa, para ele descançar, todas as vezes que passasse pela sua cidade. Por que será que esta mulher
quis tanto se aproximar desse homem? (Incentive respostas). Porque ele era um homem de Deus.
Naquela época não era todo mundo que tinha um relacionamento mais próximo com Deus; só os profetas
e os sacerdotes é que tinham. Isso porque as pessoas ainda não podiam ter o Espírito Santo morando
dentro delas. (Explique como ter o Espírito Santo para as crianças).
Eliseu e seu ajudante Geasi passaram a se hospedar na casa dessa mulher, todas as vezes que iam à
Suném. Eliseu ficou muito agradecido e quis presenteá-la com algo especial. Ela não tinha filhos e o seu
marido já era velho. As pessoas velhas não podem mais gerar filhos. Mas ter um filho era o sonho dela.
Vocês acreditam que o profeta (que era assim com Deus) disse que ela ia ter um filho, e ela teve?! Mas
esse filho morreu! Que triste! Triste? Triste nada: o filho dela ressuscitou! (conte resumidamente esse
episódio 2 Reis 4: 8-37). Isso é que é benção: Ela teve um filho, ele morreu, mas tornou a viver!

Tem muita gente que pode aproveitar das bênçãos que Deus já deu, mas não consegue nem se quer
recebe-las. Com essa história podemos aprender várias coisas que agradam o coração de Deus e nos
favorecem a recebermos Suas bênçãos. Basta prestarmos atenção nas coisas que essa mulher fez.
Vamos lá?
Primeiro: Ela fez amizade com a pessoa certa: um homem de Deus. Deus quer que nos
aproximemos dos perdidos para falar da salvação, mas Ele não se agrada quando resolvemos ter
amizade com pessoas que não gostam Dele e não O recebem nos seus corações. Amizade com pessoas
assim enfraquece a nossa fé e isso não é bom.
Outra qualidade dessa mulher: ela foi corajosa, gostava de servir e por isso pediu para seu marido fazer
um quarto para o profeta e seu ajudante. Deus não se agrada dos medrosos. Ele mesmo incentivou,
várias vezes na Bíblia, as pessoas a terem coragem. Ele também se fez servo, por isso se agrada de
quem serve. Essa mulher preparou um quarto todo especial para Eliseu.
Ela também, quando viu seu filho morto, não saiu desesperada, chorando e falando para todo mundo. O
que ela fez? Ela foi atrás de quem podia resolver o seu problema. Ela procurou o homem de Deus, e não
saiu se queixando com todo mundo. Ao contrário, ela dizia: “Tudo vai bem!”. Nem todos têm essa
sabedoria. Quando acontece alguma coisa, sai chorando e reclamando pra todo mundo. Quando você
está com um problema, você primeiro conta pra Deus; ou sai descabelando, achando que o mundo vai
acabar? É isso que Deus espera que façamos: que a gente leve nossas preocupações, nossos problemas
para Ele, antes de falar para qualquer pessoa. Ele muito se agrada quando O colocamos em primeiro
lugar.
Essa mulher, sunamita, fez tudo que agrada a Deus e o seu filho voltou a viver. Deus é muito bom. Ele
nos dá muitas coisas, mesmo quando a gente não faz por merecer. Ele deu até Seu único Filho para
morrer por nós, mesmo a gente não merecendo. Mas não é porque sabemos que Ele é bom, que vamos
ser ingratos. Se você sabe que essas coisas agradam a Deus, porque não fazê-las? Eu quero agradá-Lo,
e você?

Nenhuma tag