Palavra da Semana

Egolatria

Vivemos uma geração que idolatra a própria vontade, o próprio EU.

“…O deus deles é o ventre…” Filipenses 3.19

Muitas vezes, sem perceber, colocamos nosso EU no centro, no trono de nossa vida, em vez de colocar Jesus. Isso é EGOLATRIA. Precisamos tomar muito cuidado, pois este tipo e idolatria nos cega e impede de viver as promessas de Deus. o próprio Deus resiste aos orgulhosos:

Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
Tiago 4:6

Nosso ego pode trazer muitos problemas:

– EM RELACIONAMENTOS: enfrentamos muitos problemas e desentendimentos por que ficamos lutando pela nossa própria posição e opinião;
– CASAMENTO: muitos problemas no casamento são, na verdade, fruto de orgulho, de não querer ceder, de não abrir mão e amar.
– INSATISFAÇÃO: passamos a vida infelizes e insatisfeitos, e isso pode nos levar à ambição e inveja, competição e ciúmes.
-DEPRESSÃO: muitas crises emocionais e depressões são decorrentes do orgulho. Claro que existem depressões que acontecem por causa de perdas e fases ruins, mas existem muitas pessoas, inclusive servos de Deus, que passam a vida em depressão, angústias, lamentação. Muitas vezes pode ser por que ainda não venceram este terceiro degrau. Estão em conflito por que ainda não entregaram seu orgulho, sua própria vontade, e não foram para a cruz.
Precisamos aprender a ser servos. Fomos chamados por Deus para servir. Não podemos exaltar nossos talentos, habilidades ou dons. O Senhor, com certeza, proporcionará oportunidades de quebrarmos nosso EU, assim como foi com Abraão.
Com certeza o Senhor vai colocar em seu caminho relacionamentos para serem cultivados. Não fuja dos relacionamentos, não evite as pessoas que o Senhor colocar em seu caminho. Com certeza você será tratado e lapidado através das pessoas ao seu redor. Aos que são casados, com certeza em seu casamento haverá muitas oportunidades de seu orgulho ser quebrado, saiba perceber isso. Além do casamento, os companheiros de grupo de estudos, patrões no trabalho, companheiros de trabalho, companheiros de ministério, pessoas da família, etc, tudo isso pode ser usado por Deus para te tratar.

É claro, precisamos saber a hora certa de falar e expressão nossa opinião; não podemos pensar que devemos aceitar tudo como vindo de Deus para nos tratar, especialmente quando são momentos que ferem princípios. A Palavra diz bem claramente para não nos assentarmos na roda dos escarnecedores. Mas, em termos de relacionamento e divergência de opiniões, é bem claro que são oportunidades de sermos tratados.

Muitos se isolam, especialmente hoje em dia, vivem alienados em seus próprios mundos. Isso cria uma casca bem maior, nos impedindo de sermos tratados e frutificarmos.
Outro meio de se isolar é ficar apenas na internet. Hoje em dia tendemos a nos relacionar pelas mídias digitais, e isso é bem cômodo, pois ficamos no nosso canto, não nos envolvemos de fato, saímos quando queremos, entramos quando queremos. Mas a vida foi feita para cultivarmos relacionamentos verdadeiros e frutíferos. Os relacionamentos são o que mais nos trata.

Com certeza, também, além dos relacionamentos, o Senhor te pedirá coisas. Não digo votos ou promessas místicas, pois muitas pessoas fazem estas coisas, mas na verdade o que precisa ser tratado não é. Não adianta fazermos longos jejuns e votos de penitência se o que é mais importante não for atingido. Devemos lembrar que a necessidade de penitências é uma fortaleza do romanismo, e também pode ser do farisaísmo.
Se o Senhor pedir algo de nós, será para realmente tratar pontos importantes em nós, e o essencial o Senhor já pediu na Palavra, como a OBEDIÊNCIA. Honrar autoridades, pais, líderes, tudo isso já nos trata bastante. Muitos se perguntam “para quê obedecer?”, mas, quando obedecemos e honramos lideranças, somos bastante moldados por Deus. Nunca esqueça disso.
Muitos saem de sua igreja, por exemplo, e vão para outra, ou até abrem outra igreja própria, e então fazem jejuns e votos. Mas o principal não foi feito, que era honrar os líderes e as alianças.
SERVIÇO, OBEDIÊNCIA, ALIANÇA. São princípios de vida que quebram o orgulho.

Deus abençoe,
Jonathas L Miguel

Nenhuma tag